2.8.13

PIB per capita do Brasil - dados da PWT 8.0

De acordo com a mais nova versão (8.0) da Penn World Table, o produto per capita do Brasil equivalia, em 2011, a 20,7% do produto per capita dos Estados Unidos[1].

O PIB per capita (Y/POP) de um país depende do PIB por trabalhador (Y/L) e da proporção da população total do país que está empregada (L/POP).

O hiato entre os produtos per capita do Brasil e dos Estados Unidos, em 2011, é mais do que explicado pelo hiato no produto por trabalhador, que, no Brasil, é apenas 18,3% daquele verificado nos Estados Unidos[2].

Como a proporção da população empregada no Brasil (51%) era maior do que nos Estados Unidos (45%) em 2011, o hiato do PIB per capita era algo menor do que o hiato no PIB por trabalhador.

O produto por trabalhador é uma função do capital físico por trabalhador (k), do capital humano por trabalhador (h) e da eficiência com que estes recursos produtivos são utilizados, a chamada produtividade total dos fatores (A):

Y/L = y = A kα  h 1-α

onde α é a elasticidade do produto em relação ao estoque de capital físico, equivalente, sob certas hipóteses, à participação do capital na renda.

A PWT 8.0 também traz informações sobre k e h, indicando que os valores de k e h no Brasil equivalem a 22% e 68%, respectivamente, dos valores observados nos Estados Unidos.  Supondo α=0,45, conforme estimado pela PWT8.0, isso implica que a produtividade total dos fatores no Brasil corresponde a apenas 44% da americana.

Se fosse possível elevar a PTF brasileira ao nível americano, tudo o mais constante, o produto por trabalhador brasileiro aumentaria 2,3 vezes. Um aumento do capital físico por trabalhador do Brasil para o valor observado nos Estados Unidos, coeteris paribus, aumentaria o produto por trabalhador do Brasil em 95%, enquanto o mesmo efeito para um aumento do capital humano por trabalhador seria de 23%.

Depreende-se da análise acima que o hiato do produto por trabalhador entre Brasil e Estados Unidos é devido principalmente à baixa eficiência na utilização de recursos produtivos e à baixa relação capital/trabalho no Brasil.
 



[1] Para a análise conduzida nesta postagem, fez-se uso da série do PIB designada como CGDPo, na PWT 8.0. Informações sobre os procedimentos adotados para estimação desta série e de outras séries do PIB reportadas na PWT 8.0, que serão utilizadas nas postagens que se seguirão, podem ser encontradas aqui.
[2] Em termos do produto por trabalhador, dentre os países do G-20, o Brasil supera apenas a Índia, a Indonésia e a China, enquanto na América do Sul supera apenas a Bolívia e o Paraguai.